fbpx

TURMA99 ASSINA RANKING DE COMPETITIVIDADE DOS ESTADOS 2016

Ranking de Competitividade dos Estados 2016

A Turma99 assina o projeto de inteligência e inovação que resultou no Ranking de Competitividade dos Estados 2016 e na premiação que classificou os estados brasileiros destaque, lançado na última segunda-feira (19/09), em evento na BM&FBOVESPA, em São Paulo.

Na ocasião, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, além de diversos outros gestores públicos, estiverem presentes e repercutiram a importância da plataforma no cenário brasileiro.

O Ranking de Competitividade dos Estados teve sua primeira versão em 2015. Já para este ano, a plataforma recebeu soluções ainda mais modernas e facilitadoras. Sob a tutoria do Centro de Liderança Pública (CLP), o Ranking é uma ferramenta que traz a representação gráfica e comparativa do levantamento de 64 indicadores de abrangência nacional, separados em dez pilares que servem para balizar os gestores públicos de cada estado no alcance da excelência em gestão. A plataforma pode ser conferida gratuitamente pelo rankingdecompetitividade.org.br.

De acordo com o gerente de operações da Turma99, Germano Bueno, o projeto aliou desenvolvimento, organização e um plano criterioso, baseado em diretrizes capazes de elencar de forma prática todo o universo de centenas de dados isolados de cada município e estado.

Segundo explica Bueno, o Ranking de Competitividade dos Estados Brasileiros tem como objetivo propiciar, de forma gratuita, maior entendimento dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal, quando o assunto é identificar pontos de melhoria e definir os focos de atuação dos governos estaduais.

“Usamos de interpretação de desenvolvimento e, claro, design baseado em experiência, para conseguir desenvolver um site capaz de ser mais que um divulgador. Desenvolvemos uma ferramenta de pesquisa e comparação integrada. A partir do Ranking, é possível compreender diversos indicadores importantes para gestão pública, como o capital humano, a educação, a infraestrutura e a segurança pública. É um instrumento que pode, verdadeiramente, ser usado para o aprimoramento continuo por parte da máquina pública”, destaca.

comentários